"SIGA A JESUS" - DR. CLAUDIO FREIDZON

01/05/2020

Tempo de leitura: 4 minutos

Dispor nossos corações a um relacionamento com Deus nos torna seguidores de sua perfeita vontade. [Antigo. 3: 2-4]

Algo que impactou meu coração está relacionado ao conhecimento da importância que nossa vida tem para Deus e ao conhecimento da chave para ser pessoas que irradiam sua presença.

Nos tempos em que a tecnologia e as redes sociais prevalecem, muitos acreditam que seu valor é determinado pela opinião de seu ambiente.

Você escreve algo no Facebook, Twitter ou Instagram e, se o conteúdo tiver poucas respostas, parecerá "menos importante".

Na verdade, nosso valor não é determinado pela opinião de outra pessoa.

Nosso valor é dado pelo que Cristo fez por nós na cruz.

Descobrir que temos um valor para Deus e que cada um desempenha um papel, com talentos diferentes. Como nem todos nós podemos desenvolver as mesmas habilidades e dons, é necessário entender que o próprio Deus não dispunha de capacidades diferentes para desenvolver nossos ofícios e profissões.

Mesmo aquelas pessoas que dizem: "Bem, mas eu sou uma dona de casa ..."

Nesse caso, essas pessoas estão cercadas por familiares, amigos e vizinhos, onde também se aplicam como canais de Deus.

Saiba que o Senhor nos prepara para sermos esses instrumentos em suas mãos.

Antes de tudo, devemos enfatizar que Deus nos salvou para termos fé, acreditando que Jesus é nosso salvador; segundo, a fé em acreditar que Ele tem “a coroa da vida” e um propósito para nossas vidas, mas também a fé diária, que aplicamos constantemente.

Havia um homem que realizou grandes tarefas para Deus; um hebreu que passou quarenta anos no Egito e disse: "Farei grandes coisas pelo meu povo". Conhecemos a história de Moisés; como ele foi criado pela família do faraó e mais tarde identificado com o povo de Israel.

Moisés tinha à sua disposição o melhor em educação e sabedoria da época, mas ele não conhecia a Deus. De maneira semelhante, acontece hoje com muitos de nós ... estamos preparados, mas nos falta "um último toque" ...

... ”Um toque do céu.”

Essa condição não é dada por nossa insistência em afirmar que estamos preparados; pronto para desenvolver o que Deus colocou em nós; Mas não se trata de insistência, mas de convicção do Espírito Santo.

"O que atrai as pessoas a Deus não somos nós, mas quem habita em nós."

A Bíblia diz em Êxodo 3: 2-4 (RV 60): "E o anjo do Senhor lhe apareceu numa chama de fogo no meio de um arbusto; e ele olhou, e viu que a sarça estava queimando com fogo, e a sarça não foi consumida. Então Moisés disse: Eu irei agora e verei esta grande visão, por que a sarça não queima? Quando Jeová viu que ia ver, Deus o chamou do meio da sarça e disse: Moisés, Moisés! E ele respondeu: Aqui estou.  

O caminho do Senhor nos permite revelar a presença de Deus. Essa revelação, como parte da convicção do Espírito Santo, ocorre quando colocamos nossos corações no relacionamento que o Senhor nos convida a desenvolver todos os dias.

Apenas siga Jesus