"O DEUS QUE PRODUZ ESPERANÇA" - DR. CLAUDIO FREIDZON

21/05/2020

Tempo de leitura: 3 minutos e meio

Permanecer firme nas promessas de Deus nos encoraja nas dificuldades mais extremas. Sua Palavra é fiel e seu cumprimento excede em muito nossas expectativas.

[Esdras 7: 6 KJV] “Este Esdras veio da Babilônia. Ele era um escriba diligente na lei de Moisés, que Jeová Deus de Israel havia dado; E o rei concedeu-lhe tudo o que pediu, porque a mão de Jeová, seu Deus, estava em Esdras. "  

O Senhor nos convida a cada semana para abrir nossos corações; porque somente Ele, e através da obra do Espírito Santo, pode fazer com que aqueles corações que recebem palavras de encorajamento, mas em "forma externa", estejam preparados para incorporar Sua Palavra e aplicá-la na vida diária.

No Antigo Testamento, encontramos Esdras.

Este homem era um sacerdote estudioso e escriba que estava em cativeiro na Babilônia que, mesmo com a vergonha que isso causou ao seu povo, manteve seu espírito em sintonia com os propósitos do Senhor para o seu povo. Ele examinou as escrituras em profundidade e continuou a acreditar no Deus de Abraão ... seu Deus.

Vamos continuar acreditando em Deus, porque a esperança dele não envergonha!

Lá, na Babilônia; Quatorze anos depois, longe de suas terras, tudo mudou para ele e para o povo de Israel.

Da mesma forma, as boas decisões que tomamos no presente nos preparam para um futuro de bênção.

O presente desse homem, bem como o de cada um de seus irmãos que haviam sido separados de sua nação, era triste. No entanto, em meio à descrença e desânimo da maioria de seu povo, a paixão por Deus ardeu no coração de Esdras.

A esperança depositada em Deus é o que nos ajuda a atravessar qualquer deserto, porque não nos alimentamos do que vemos; nosso nutriente é a fonte do Espírito Santo, que nutre nossas raízes e somos como a árvore plantada ao lado de riachos, que, embora tudo esteja deserto, essa árvore está sempre florescendo e suas folhas não caem.

Nossa perspectiva não se baseia no que vemos, mas no que acreditamos.

O que vemos leva nossos espíritos ... o que acreditamos nos dá mais e mais esperança, com base na comida fornecida por um Deus poderoso.

Orando todos os dias; Ao ler Sua Palavra, estando em comunhão com o Senhor todos os dias, ocorre esse relacionamento que Esdras estabeleceu estudando profundamente a Lei de Deus.

Confiando nos tempos de Deus, ele fez aquele escriba falar diante de quarenta mil pessoas, divulgando tudo o que o Senhor havia depositado em seu coração durante o cativeiro e que, precisamente, seus irmãos haviam esquecido.

Ele, junto com seu povo preso, encontrou graça e pôde voltar, obtendo a ajuda do rei Ciro, que, embora pagão, respeitava e até financiava a viagem de volta do povo hebreu.

Aquele mesmo Deus que produz a esperança é Aquele que nos dá a saída do impossível.

Esperar no tempo de Deus representa não agir em nossas forças, mas esperar por favor.

O Deus que produz a esperança é também quem abre todas as portas!

O exemplo bíblico de Esdras é ver um homem depositar sua esperança em Deus e depois ver o que ele ansiava por ser cumprido.

Assim como este homem, vamos preparar nossos corações para serem elevados, colocando nossa esperança no Senhor!